Sobre a responsabilidade no trabalho como Terapeuta!

Sobre a responsabilidade no trabalho como Terapeuta!

Tenho visto inúmeros terapeutas passarem por muitas dificuldades como problemas de saúde, em sua vida financeira e em seus relacionamentos.  Porque será que isso acontece?

Amigos, tudo tem que ser plantado! Algumas pessoas plantam suas sementes e desejam que tudo floresça da noite para o dia! Percebam que em toda profissão, após os estudos é necessário um período de estágio, para que a parte prática seja intensamente vivenciada! E isso é sempre fundamental!

Mas no caso das práticas terapêuticas, existe ainda um agravante relacionado à  questão energética e espiritual envolvidas. O terapeuta, seja com que prática for, estará levando seu próprio campo de energia ao atendido e também acessará o campo do seu cliente. A interação é direta!

Hoje existem muitas oportunidades de se tornar um terapeuta através de técnicas fantásticas! E isso é maravilhoso, porque a demanda é muito grande de pessoas com desequilíbrios físicos, emocionais, mentais e espirituais.

Mas tenho visto pessoas que investem em sua formação e rapidamente se lançam como terapeutas, investem tempo e dinheiro em um local, na divulgação; e depois de curto espaço de tempo, muitas vezes sem êxito nessa área, estão desanimadas, perdidas, questionando suas escolhas.  

Vamos lembrar que independente da técnica, o cliente sempre vai desabafar, falar de seus problemas, de suas dores, até porque na Anamnese inicial, você precisa entender o que se passa com ele; e ele precisa muito deste momento onde pode falar um pouco sobre si!  Em cada atendimento você estará entrando no universo do outro de forma direta! 

Mas será que você está adequadamente preparado para isso? Eu entendo que é fundamental que o terapeuta se trabalhe constantemente. Ele precisa buscar seu autoconhecimento. Precisa usar em si com regularidade a técnica que oferece.

A cura precisa começar em si e ela é um processo constante. Não adianta nos iludirmos achando que já fizemos xx meses de algumas práticas terapêuticas e tudo foi resolvido!

Isso não acontece porque vivemos numa dinâmica constante dentro de um campo energético planetário, ligado aos seres encarnados e desencarnados; com as nossas próprias questões pessoais, familiares, do local onde vivemos, e que estão em constante interação e ebulição! 

Por isso o trabalho pessoal deve se tornar uma prática constante do qual não podemos descuidar!

Penso que a frase que define algumas situações difíceis vivenciadas é “ter dado o passo maior que suas pernas” por não enxergar e respeitar seus próprios limites. É preciso se conscientizar de que lidar com pessoas, suas energias e seus problemas, exige estudo, preparo, elevação de sua própria frequência e isso só acontece quando você verdadeiramente se trabalha!

Tudo que você vivenciar em cada atendimento estará de alguma forma relacionado à você. Até mesmo os problemas dos clientes que marcam e não comparecem, clientes que não pagam, etc.  Vale lembrar que quando acessar o campo de energia dele, suas dores e problemas, por ressonância poderá entrar em sintonia com suas próprias questões internas, principalmente as inconscientizadas; e se você não trabalhar isso de forma adequada, poderá ter desequilíbrios!

Por favor não leiam estas palavras como críticas e sim, como um toque amoroso de sua responsabilidade consigo mesmo e com o outro! Pois tudo sempre começa em cada um de nós!

Nesta área é fundamental o seu preparo e do ambiente, o devido Ancoramento de Energias de Luz antes de cada atendimento, assim como a limpeza após os  atendimentos.

O mundo precisa de bons profissionais! Tem muita gente precisando de ajuda! Comece por olhar mais para você, se tratando e curando e continue sempre! Não se descuide!

Nossa querida e amada Gaia sempre agradece!

Namastê!

Cacilda Alves.

* Se compartilhar, por favor mantenha meus créditos como autora do texto! Grata!

Comentários ( 4 )

  • Rejane

    Ha anos que invisto no meu autoconhecimento e sei que não vou parar mais. Agia como terapeuta minha responsabilidade dobrou. Atuando na freqüência de luz junto com a terapia quântica, tudo redobrou de cuidados. Você Cacilda e um exemplo para mim, fui tratada por vc, e te sigo nas lives sempre atenta a seus ensinamentos e dos Seres de Luz que te guia e os que tbm me guiam. Gratidão. Pela sabedoria do texto, tinha que vir de você. Namastê

    • Cacilda Alves

      Gratidão querida!
      bjs

  • Cinthia Málaga

    Persistir por amor. Este é o segredo para trabalhar com cura. Persistir no caminho por amor à profissão, por amar ver a melhora no outro, porque o que te realiza acima de tudo é sentir o carinho e a gratidão de quem você ajudou, por saber que o seu trabalho é importante e fez a diferença na vida do outro. Persistir por amar trilhar o seu caminhar de se trabalhar cada dia um pouco mais, persistir por garra. É quando a gente vê a importância que o nosso trabalho tem, e entende esta importância, e tudo que podemos alcançar e realizar que se torna impossível desistir. Adorei a parte que diz “Tudo que você vivenciar em cada atendimento estará de alguma forma relacionado à você. Até mesmo os problemas dos clientes que marcam e não comparecem, clientes que não pagam, etc. Vale lembrar que quando acessar o campo de energia dele, suas dores e problemas, por ressonância poderá entrar em sintonia com suas próprias questões internas, principalmente as inconscientizadas; e se você não trabalhar isso de forma adequada, poderá ter desequilíbrios!” – É uma verdade! O segredo é usar cada paciente, cada energia, cada desafio como um trampolim em sua própria jornada espiritual e de auto-cura. Gratidão, Caci 🙂

  • Sueli Aparecida Favarão

    No meu caso, nem comecei atender, pois preciso realmente primeiro me tratar, mas não sei nem como começar. Aprendo os cursos e engaveto. É como se fosse passado uma borracha na minha cabeça e eu esqueço tudo que aprendi, esqueci a ordem das coisas.
    Quero com toda certeza me curar para ajudar.
    Percebo o mundo todo detonado como uma bomba que caiu sobre ele, mas CAIU SOBRE MIM TAMBÉM.

    Quero retomar tudo que aprendi no seu curso Cacilda. Vou procurar as apostilas talvez me ajude.
    Gratidão!
    Sueli Aparecida Favarão

Postar dúvida ou comentário